Existem muitas estratégias para a captação de alunos e também para sua fidelização. Agora, imagine poder juntar essas duas necessidades da sua escola em uma única ação com diversas vantagens? Para isso, um programa de indicação pode ser o instrumento certo para você atrair mais alunos!

Um programa de indicação é uma das diversas técnicas para fidelizar os seus alunos atuais e também conseguir novas matrículas. Bem executado, pode ser um excelente método de captação para sua instituição de ensino.

Descubra, em nosso post, o que é um programa de indicação e os benefícios de usá-lo para sua escola!

O que é um programa de indicação? 

Um programa de indicação, de uma forma muito genérica, nada mais é que um tipo de estratégia de fidelidade em que você garante benefícios e vantagens ao aluno que indicar uma nova matrícula. Na verdade, essa é uma fórmula bem comum e extremamente eficaz em diversos outros ramos de negócios que lidam com alunos.

É bem conhecido o fato que, dentro da publicidade, uma indicação é uma forma muito mais confiável e fácil de se conseguir novos clientes. Isso porque o futuro aluno, nesse caso, já chega por um voto de confiança de alguém que experimentou a escola.

Fazer um excelente trabalho pode gerar boas indicações, é claro. Mas, para potencializar isso, o ideal é tornar essa prática em um esforço ativo por parte da escola, ou seja, criar um planejamento que englobe essa estratégia e um plano de execução.

Ou seja, quando vamos implementar um programa de indicação para as escolas, é preciso ter em mente quais são suas vantagens e como criá-lo.

Por que usá-lo na área de ensino? 

Os programas de indicação são usados em diversos tipos de negócios que lidam com o público. Em geral, academias e consultórios médicos ou odontológicos usam essa técnica e têm excelentes resultados. Além disso, quando usado na área de ensino, o programa de indicação apresenta várias vantagens. Veja abaixo.

Investimento mais baixo

Em primeiro lugar, um programa de indicação é um investimento baixo com alto potencial de retorno para a escola. Afinal, criar e executar esse tipo de estratégia requer menos recursos que uma campanha de marketing educacional padrão.

No caso, é possível executá-lo com os próprios alunos da instituição, o que reduz a necessidade de gastar com divulgação. Além disso, como os benefícios só são dados com a efetiva matrícula do indicado, o custo por aquisição de cliente diminui consideravelmente.

Criação de vínculos estáveis

Como o novo aluno chega até a escola por indicação, ela já está mais apto a criar um vínculo de confiança com a instituição. Isso torna a relação mais estável, pois já parte de uma expectativa positiva.

Logo, a vinculação entre o novo aluno, sua família e a escola já nasce mais forte e pode ser nutrida a ponto de fazê-los sentirem-se parte da comunidade escolar com mais facilidade. Isso gera engajamento e, com um bom trabalho interno de retenção e endomarketing, pode multiplicar as futuras indicações pelo mesmo programa.

Boas taxas de retorno

Como estratégia de captação, o programa de indicação tem a expectativa de boas taxas de retorno, quando bem elaborado e executado. Portanto, ele é bastante eficiente em trazer novas matrículas, quando é bem construído, levando em conta o limite das vantagens oferecidas e quais as expectativas que a escola tem ao usá-lo.

Como construir um programa de indicação na escola?

Ao chegar aqui, você provavelmente já está convencido de que um programa de indicação é uma ótima estratégia a ser aplicada em sua escola. Agora, para que ele funcione bem, é preciso que seja construído e executado com profissionalismo, com base na realidade da escola e do seu público-alvo. Portanto, é importante saber como criá-lo e o que você pode oferecer como benefício nele.

Criar boas experiências aos alunos

Não há como ter um programa de indicação se os alunos atuais não tiverem vontade de indicar sua escola. Quer dizer, antes mesmo de oferecer benefícios, brindes, suporte e outras vantagens, é indispensável que os estudantes tenham, na sua instituição de ensino, boas experiências que queiram partilhar.

Ou seja, para instituir um programa de indicação, tenha a certeza que sua instituição de ensino está criando boas experiências e oferecendo um serviço de qualidade para seus alunos.

Premiar o indicante

Para um programa de indicação funcionar bem, é preciso dar incentivos para que seus alunos indiquem a escola para novas matrículas. Logo, eles devem ser premiados por toda indicação bem-sucedida com vantagens que sejam atrativas. Essas vantagens podem ir de descontos na rematrícula ou na primeira mensalidade, condições especiais de pagamento e aulas avançadas ou específicas grátis.

Aqui é imprescindível fazer uma avaliação dos produtos que sua escola tem a oferecer e, de acordo com a disponibilidade e precificação, verificar quais as melhores ofertas para a premiação do aluno indicante.

Oferecer vantagens ao indicado

Assim como é importante oferecer ao aluno indicante vantagens, também ao futuro estudante que chega por indicação é imprescindível. As vantagens aqui costumam ser financeiras, como descontos ou melhores condições de pagamento. Também pode ser uma boa ideia oferecer material gratuito, como apostilas e outras vantagens e facilidades.

Dar brindes

Além dos benefícios, uma ótima ideia que ajuda inclusive no desenvolvimento da marca da escola é dar brindes tanto para o indicante como o indicado. Essa prática ajuda a disseminar a identidade visual da empresa e, por ser algo físico e palpável, também tem forte influência na satisfação do aluno por realizar a matrícula.

Como visto, um programa de indicação pode ser uma excelente forma de conseguir captar novos alunos para sua escola, com um custo baixo. Embora não seja uma estratégia para ser usada sozinha, pode apresentar excelentes resultados, quando bem planejada e executada por quem tem expertise e conhecimento aprofundado em marketing educacional.

Descubra essa e outras técnicas para aumentar o número de matrículas de sua escola, entre em contato conosco!