O estudo de casos de sucesso é uma das principais formas de se entender e aprender como funciona o mercado. Estudar o sucesso das empresas não é o mesmo que copiar os modelos adotados, mas conseguir entender, a partir de sua história e experiência, como é possível se ajustar melhor ao público e modelo de negócio. Por isso, conhecer as maiores escolas de idiomas do Brasil pode fazer uma grande diferença para sua escola.

O gestor de qualquer instituição de ensino, cursos de idiomas ou profissionalizante pode aprender bastante ao estudar empresas de sucesso de seu próprio segmento, em especial quanto às suas estratégias de marketing educacional, gestão escolar e pedagógica, estrutura organizacional, atendimento e prestação de serviço.

Com base nesses estudos é possível montar um modelo próprio de plano de negócios que contemple a própria escola em suas particularidades e utilize os exemplos bem-sucedidos da concorrência, sem copiá-los. Confira, na continuidade de nosso artigo, 8 exemplos de sucesso de escolas de idiomas do Brasil!

1. Cel Lep

Com mais de 50 anos de história, o Cel Lep é um dos maiores cursos de idiomas do Brasil, com unidades espalhadas por várias cidades do Estado de São Paulo. Um dos seus principais diferenciais é que, desde o início de suas atividades, esse curso investiu no uso de tecnologia para as aulas e na formação técnica dos professores.

O curso tem convênios com universidades dos Estados Unidos e, embora o foco principal seja inglês e espanhol, também dão aulas de alemão, francês e português para estrangeiros. Trabalham com ensino presencial em diversas faixas etárias e níveis de compreensão.

2. CCAA

Fundado em 1961, o CCAA é um dos cursos de idiomas mais tradicionais e difundidos do Brasil, com mais de 800 unidades em 24 estados e Distrito Federal. Seu programa padrão tem 11 níveis diferentes, mas também oferece cursos específicos para crianças, pré-adolescentes, adolescentes, executivos, cursos de conversação e entendimento.

O CCAA tem material próprio e uma metodologia de ensino desenvolvida ao longo de mais de 5 décadas. Preza por uma forte identidade visual e faz uso de diversas técnicas de captação de alunos pelo marketing educacional.

3. CNA

O CNA é uma escola de idiomas bastante tradicional e conhecida no Brasil. Iniciou-se em 1973 e tem mais de 500 unidades em operação. Seus cursos são classificados em diversas faixas etárias para crianças e adolescentes e curso para adultos, com especialização em conversação e também preparatório para a obtenção de proficiência ou em exames internacionais.

A marca preza pela integridade visual e procura focar suas campanhas em públicos bem segmentados para cada uma de suas turmas.

4. Fisk

Uma das mais antigas escolas de idiomas em operação no Brasil, a Fisk foi criada nos anos 1950 por Richard Fisk, natural dos Estados Unidos, que desenvolveu uma metodologia própria para ensinar inglês para brasileiros.

Para além das franquias presentes em todos os estados do país e no Distrito Federal, a Fisk expandiu seu mercado para o nível internacional, já existindo em 7 países. Também oferece turmas para crianças, adolescentes e adultos, em diferentes níveis de compreensão. Tem cursos de reciclagem, aperfeiçoamento e preparatórios para certificação internacional.

5. Cultura Inglesa

A Cultura Inglesa é mais que uma escola de idiomas. Trata-se de um curso sobre a língua, a cultura e os costumes relacionados ao inglês e países falantes dessa língua, especialmente a Inglaterra. A escola começou a atuar no Brasil há 80 anos e tem como pilares o uso da inovação tecnológica e a excelência acadêmica.

O ensino da Cultura Inglesa tem um alto padrão de qualidade, preocupação com professores capacitados e treinados, em constante atualização no Brasil e exterior. Oferece, além do curso padrão, cursos específicos para certificação internacional nos exames da Cambrigde, IELTS, TOEFEL, entre outros.

Seu maior diferencial no mercado é que fornece uma experiência de imersão cultural e aprendizado completo aos alunos. Sua metodologia é própria, desenvolvida a trabalhar não apenas a língua, mas a vivência inglesa.

6. Wizard

Mesmo não sendo a mais antiga, pois foi fundada em 1987, a Wizard é a maior das escolas de idiomas do Brasil, contando com mais de 1.200 escolas em todos os estados, Distrito Federal e até mesmo internacionalmente, nos Estados Unidos, Costa Rica, Japão e Paraguai.

Fundada por Carlos Wizard Martins*, que pôs o seu próprio nome na escola devido a uma ação de marketing. Ela ensina diversos idiomas além de inglês e espanhol, tais como italiano, alemão, francês, chinês, japonês, português para estrangeiros e até mesmo inglês em braille.

Utiliza como método de ensino a PNL, ou seja, Programação Neurolinguística, que trabalha o aprendizado por meio de modelos e módulos comparativos. Ao final do curso, o aluno está apto a fazer os exames de proficiência internacional, sendo compromisso da instituição oferecer aulas gratuitas se necessário.

7. Casa Thomas Jefferson

Sediada em Brasília, Distrito Federal, a Casa Thomas Jefferson é uma franquia, possuindo unidades no Distrito Federal, Goiania e Uberlândia. Ela se classifica como um Centro Binacional sem fins lucrativos e foi fundada em 1963, pouco depois da inauguração de Brasília. Tem como objetivo, por meio do ensino de inglês e de sua cultura, a aproximação entre os Estados Unidos e o Brasil.

Privilegiando a excelência acadêmica e a experiência dos alunos, a Casa Thomas Jefferson tem um Processo Seletivo para professores muito rígido, o que garante a qualidade do ensino. Na execução de suas atividades, obteve da Embaixada dos Estados Unidos o reconhecimento e certificado de excelência por sua atuação. Seu foco é trazer alunos para um aprendizado profundo e imersivo.

8. Wise Up

A Wise Up é uma das grandes escolas de idiomas no Brasil. Tem como público-alvo a parcela adulta da população e trabalha com um curso mais rápido e intensivo, especialmente projetado para quem deseja aprender inglês para o mercado de trabalho.

O curso tem duração de 18 meses e tem, em seu escopo, expressões cotidianas do mundo empresarial e o uso comum da língua. Está presente em 19 estados e o distrito federal, além de outros 4 países, com mais de 300 escolas.

Cada uma das maiores escolas de idiomas do Brasil foca em um tipo de público e tem uma metodologia aplicada ao seu ensino que serve para mostrar seu diferencial e conseguir fazer a captação de alunos. A estrutura delas é organizada de diferentes maneiras, mas em comum está a organização interna e busca pela qualificação dos alunos.

Descubra você também, gestor, quais são as potencialidades e melhores estratégias para a captação de alunos para seu curso de idiomas. Entre em contato conosco!