Toda instituição de educação, especialmente os cursos profissionalizantes, precisa de alunos. Afinal, não adianta ter a melhor estrutura, excelentes professores e uma equipe técnica afiada se não tiver estudantes para pagar a mensalidade. Sendo realista, escolas e cursos são, no fim das contas, empresas que precisam vender seu produto. Para isso, é preciso investir em marketing escolar.

O marketing escolar é, na verdade, uma série de estratégias e ferramentas que podem ser utilizadas para a captação de alunos. Essas estratégias podem ser de micro captação, que trabalha com o relacionamento e engajamento de cada potencial estudante, ou de macro captação, em que se orienta a estratégia para uma prospecção em massa.

A orientação das estratégias de marketing escolar em si pode ser tanto a micro quanto a macro captação, independentemente da ação prática adotada. Confira, na continuação do nosso artigo, 8 ações práticas para conseguir trazer mais alunos para seu curso profissionalizante.

1. Produzir conteúdo interessante

A produção de conteúdo interessante é uma excelente forma de atrair potenciais estudantes. Esse conteúdo, embora usualmente seja textos para blogs, pode vir nas mais diferentes formas, como infográficos, cards promocionais, vídeos, encartes e outros.

A produção de conteúdo deve ser orientada para os cursos profissionalizantes que a instituição oferece, trazer informações relevantes que possam influenciar na decisão do potencial aluno e instruí-lo sobre suas expectativas. Em uma estratégia de macro captação, o conteúdo deve causar impacto imediato, por isso, deve ser muito bem pensado.

2. Criar canal no YouTube

O YouTube é a maior e mais utilizada plataforma de vídeos do mundo. Sua influência é tão grande que ser youtuber é, hoje, uma profissão. Logo, deixar essa mídia de lado pode ser um grande erro para qualquer instituição de ensino ou curso profissionalizante.

Um canal do YouTube pode ter vários formatos e causar impacto de diferentes maneiras. Vídeos promocionais são muito úteis, pois são uma forma de instruir o público e despertar o interesse. Existem os vídeos educativos e que se conectam com o público. As opções são muitas, e os vídeos do canal podem gerar impacto imediato, a fim de converter em matrículas.

As estratégias mais adotadas quando falamos de vídeos educativos que se relacionam com o público são palestras introdutórias ao conteúdo do curso, exposição da importância daquela profissão no mundo, curiosidades sobre a prática profissional ou mesmo sobre a própria instituição de ensino. O importante é trazer informações relevantes e em um formato atraente.

3. Fazer anúncios no Google Ads

O Google Ads é uma excelente ferramenta de marketing escolar, que pode atingir rapidamente um grande público — e, o melhor, já segmentado. Isso porque o mecanismo de publicidade do Google permite já escolher critérios de público e formas de anunciar.

Pode ser na rede de display, aparecendo nos sites relacionados, pelo uso de links patrocinados que aparecem primeiro nas buscas, pelo foco na palavra-chave, dentre outras formas.

Anunciar pelo Google Ads, quando feito com profissionalismo e conhecimento de como funciona, se mostra uma das estratégias de marketing escolar de maior impacto imediato que existem. Afinal, segundo a Internet Lives Stats, cerca de 65% das pesquisas de toda a internet é feita nesse mecanismo de busca.

4. Trabalhar na melhoria de SEO

As técnicas de SEO (Search Engine Optimization) são uma série de práticas dentro do marketing que servem para melhorar o ranqueamento do site, blog e publicações junto ao Google, redes sociais e outras formas de busca na internet.

Dentre os critérios de SEO, estão o uso de palavras-chave estratégicas com volume de busca, construção textual escaneável, rapidez no carregamento da página, diminuição da taxa de rejeição do conteúdo, uso de linkagem interna e externa adequada, dentre outras.

Quanto melhor o SEO, maior a chance de o site ou divulgação do seu curso profissionalizante alcançar um ranqueamento alto e, por conseguinte, impactar e engajar os potenciais alunos.

5. Planejar ações no pré e pós-venda

As ações promocionais de pré e pós-venda podem ser tanto na internet quanto offline. São formas de atrair e fidelizar o estudante — com descontos, facilidades de pagamento, negociações em massa, organização de eventos de captação etc.

Uma ação pré-venda se define como aquela antes da matrícula do aluno e do início do curso. Em geral, são promoções, lançamentos de cursos, exposições, descontos e publicidade direcionada a captar alunos novos para matrícula.

Uma ação pós-venda foca o engajamento, a satisfação para retorno e rematrícula. Pode ser uma negociação, oferecimento de descontos, melhores formas de pagamento, bolsas parciais, pedidos de feedback, entre outras.

6. Investir em mídia paga

O uso da mídia paga nas redes sociais, os famosos posts patrocinados, é uma excelente estratégia de marketing escolar para cursos profissionalizantes. Hoje, o uso das redes sociais, como Facebook, Instagram, Twitter e outras, é corriqueiro e comum, o que significa que dá acesso a um grande público que pode ser alcançado.

O alcance orgânico é ótimo para uma estratégia de micro captação, mas, para trabalhar a macro captação e conversão em massa, usar a mídia paga pode ser uma estratégia mais interessante, pois atinge diretamente o alvo da campanha.

7. Promover os cursos em eventos

Participar de feiras e eventos é uma excelente ação prática de marketing escolar que pode dar muitos resultados positivos para os cursos profissionalizantes. As feiras e eventos já têm um público segmentado, interessado e disposto, o que facilita muito a captação.

Com um stand interessante, atraente e que forneça informações relevantes, assim como brindes e outras formas de conexão com o público, fazer a promoção dos seus cursos nesses lugares pode aumentar bastante o número de matrículas.

8. Oferecer minicursos gratuitos

Outra ótima ação prática para captação de alunos é oferecer gratuitamente minicursos ou palestras específicas, que instiguem o público a procurar se aprofundar e, com isso, fazer a matrícula. Isso pode ser feito dentro de eventos, por vídeos online no canal do YouTube ou mesmo na própria instituição, com a promoção do minicurso em ações de pré-venda.

Como se pôde ver, existem diversas ações práticas a serem utilizadas pelo marketing escolar para atrair estudantes. A maioria delas, inclusive, se volta ao impacto imediato e em massa, o que as faz excelentes para a macro captação de alunos — mas tudo isso requer planejamento e estruturação da campanha, é claro.

Para saber mais sobre como estruturar sua estratégia, confira também nosso artigo sobre marketing educacional: o que costuma dar certo na atração de alunos!