Abrir uma escola, instituição de ensino de cursos profissionalizantes, de idiomas ou ainda aumentar a capacidade de uma que já funciona não é algo que pode ser feito sem uma pesquisa demográfica de potencial de mercado. Isso acontece porque é preciso conhecer as possibilidades reais dos estudantes da região e saber se há demanda suficiente para a oferta. É economia básica: sem demanda, não há negócio.

Uma pesquisa demográfica nada mais é do que uma pesquisa de perfil de mercado centrada em determinada região. É uma ferramenta muito útil para negócios locais, como shoppings, lojas e, é claro, instituições de ensino. Infelizmente, é também um instrumento muito negligenciado, seja pela falta de conhecimento dos empreendedores ou pela ausência de um plano de negócios eficiente.

Para entender melhor o que uma boa pesquisa demográfica pode oferecer e descobrir de onde vêm seus alunos, continue a leitura deste artigo!

Defina um problema

Primeiramente, é preciso definir o problema da pesquisa demográfica, quer dizer, o que ela deve responder. O intuito é mapear o número de potenciais alunos na região ou descobrir se há um novo nicho possível de mercado? É preciso saber quais são os segmentos que deverão investir em marketing educacional ou se é melhor trabalhar o endomarketing?

Definir um problema é essencial para um questionário de pesquisa demográfica, pois é a partir dele que você saberá quais são as informações realmente necessárias. O problema deve ser direto, direcionado, prático e, o mais importante de tudo, quantificável.

Considere também que um problema de pesquisa não consegue solucionar todas as questões, mas precisa trazer informações imprescindíveis sobre as preferências do seu público-alvo. Logo, pesquisas com um objetivo mal-definido terão resultados genéricos sem aplicabilidade prática.

Segmente o público-alvo

A segmentação de público-alvo é essencial para qualquer pesquisa de marketing. Na pesquisa demográfica há uma exploração da região, para compreender o potencial de mercado regional. A segmentação de público, nesse caso, deve explorar a faixa etária, a situação sócio-econômica, o gênero, a escolaridade e os interesses das pessoas, por exemplo.

A segmentação de público é muito importante para traçar estratégias mais concretas e condizentes com as possibilidades da área, assim como medir questões práticas como oferta de cursos, valores de mensalidades, qualidade das instalações e potencial de retorno de investimento.

Além disso, é com base nela que se traça o perfil do consumidor ideal, se cria as byers personas (representação semifictícia do cliente real) e uma série de outras decisões para uma boa captação.

Elabore um questionário

As pesquisas demográficas devem contar com perguntas em forma de questionários que sejam claras, diretas e formuladas de maneira simples e intuitiva. As questões devem ser objetivas, com múltiplas escolhas — ainda que se possa marcar mais de uma opção —, e deve-se evitar questões discursivas. Quanto mais direcionado for o questionário, mais fácil será quantificá-lo.

É muito importante tomar cuidado com a linguagem utilizada no questionário, formular as perguntas em ordem direta e evitar metáforas, por exemplo. Assim, a chance da audiência se confundir é menor. Além disso, os questionários devem ser detalhadamente elucidados, inclusive destacando termos mais técnicos, com explicações simples sobre o que significam.

Coloque perguntas específicas

Cada uma das perguntas deve tratar sobre um aspecto específico. Não se deve colocar mais de um tema na mesma pergunta, pois isso não só dificulta a resposta do entrevistado como a análise da resposta.

Quanto mais específicas forem as perguntas, maior vai ser a qualidade dos dados gerados em prol da empresa, mais precisa vai ser a análise demográfica e melhores vão ser as decisões estratégicas a serem tomadas com base neles.

Outra questão relevante para as perguntas é que elas devem seguir um padrão discernível, a fim de evitar potenciais confusões por parte de quem deve respondê-las.

Com um questionário pronto, é hora de levá-lo até o público para que seja respondido e se obtenha os dados relevantes para a futura captação de alunos.

Divulgue o questionário

Após elaborar um excelente questionário, com perguntas precisas e informações essenciais para promover a captação de alunos, é preciso que ele seja respondido. Aqui entra a divulgação do questionário para a audiência regional, ou seja, como fazer para que as pessoas se interessem e o respondam.

Como é um instrumento essencial para um bom planejamento de negócios, uma pesquisa demográfica pode exigir investimento na sua divulgação. Antigamente essa divulgação era feita por pesquisadores que abordavam pessoas da região e pediam que elas o respondessem, inclusive oferecendo prêmios e bonificações.

Embora esse método ainda seja bastante utilizado e eficaz, popularizou-se também o uso da internet e de formulários online para obter essas respostas — inclusive com o uso de mídia paga e impulsionamento em redes sociais.

Um questionário que ninguém responde, por melhor elaborado que possa estar, não tem qualquer utilidade. É preciso utilizar canais de comunicação para chegar na audiência e ter os dados necessários.

Analise o resultado

As pesquisas demográficas precisam seguir as regras da estatísticas para serem consideradas válidas e úteis, como um número mínimo de entrevistados em razão da população regional e o tratamento correto dos dados. Esse tipo de análise de resultado dará um panorama geral sobre o potencial de mercado da área e as possibilidades efetivas da captação de alunos.

A análise de resultado é o objetivo final da pesquisa demográfica, e com base nela serão tomadas as decisões estratégicas importantes sobre a instalação ou ampliação da escola — bem como ações sobre o marketing educacional e as potencialidades que o mercado apresenta na região. Logo, ao se realizar uma pesquisa demográfica, é preciso fazer dos resultados ações efetivas.

Uma pesquisa demográfica bem elaborada, com um problema delimitado, perguntas relevantes e direcionadas, em linguagem simples e elucidativa é uma ferramenta excelente para sua escola e para se descobrir o perfil de alunos que a frequentam ou podem frequentá-la. É, no entanto, um serviço que demanda expertise e profissionalismo, e o ideal é que seja feito por quem já tem vasta experiência no mercado.

Gostou de saber um pouco mais sobre a importância da pesquisa demográfica? Então curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de outros conteúdos como este!