Muitos gestores ficam preocupados e não sabem ao certo se devem investir no marketing de conteúdo para instituições de ensino, no entanto, mal sabem que essa estratégia custa menos do que métodos tradicionais de marketing.

De maneira geral, o marketing de conteúdo consiste na produção de materiais relevantes para o público-alvo em algum momento, que pode servir desde a atração de visitantes no site até o amadurecimento da ideia de contratar um curso profissionalizante na sua instituição.

Para que entenda melhor sobre o tema, acompanhe a leitura e conheça os benefícios, os canais de comunicação e o passo a passo para pôr tudo isso em prática!

Quais são os benefícios do marketing de conteúdo para instituições de ensino?

Tudo que é novo sempre gera vários questionamentos e os gestores ficam com a pulga atrás da orelha pensando: “será que esse tal de marketing de conteúdo é bom mesmo?”. A seguir, você terá noção das principais vantagens dessa estratégia que podem facilitar sua vida na gestão escolar daqui em diante.

Atrair as pessoas certas

Pelo fato de não ser um método invasivo, o marketing de conteúdo tem a premissa de conquistar pessoas que se interessam pelo que você tem a dizer, o que pode representar uma base confiável de possíveis clientes. A captação de alunos se torna muito mais efetiva com a utilização de conteúdos relevantes, tendo em vista que os temas abordados podem acelerar o caminho percorrido pela jornada de consumo.

Dar maior visibilidade à marca

Em um mundaréu de informações que aparecem na internet e tantas instituições de ensino que existem por aí, o marketing de conteúdo vira uma excelente alavanca para o sucesso da empresa. Com materiais bem organizados e com uma proposta que realmente supra os anseios do público, a chance de viralizar a informação na internet é muito grande, e isso representa maior espaço para a escola no mercado em que atua.

Gerar uma imagem de confiança

Se você pensa em fortalecer o relacionamento entre a escola e os alunos, mais um motivo para apostar suas fichas na criação de conteúdo, porque é a oportunidade de demonstrar que a instituição é autoridade no assunto que trata. Quanto maior o volume de materiais bem desenvolvidos e que correspondam às expectativas do público, consequentemente, maior será a probabilidade de gerar respeito no mercado.

Reduzir custos com divulgação

Se analisarmos a fundo, o marketing tradicional acaba se tornando um tanto custoso na hora de criar estratégias que chamem a atenção das pessoas, afinal, anúncios em revistas, emissoras de TV, programas de rádio e afins costumam ser caros. A transformação digital fez com que o marketing de conteúdo ganhasse força e, com ele, o impulsionamento orgânico de posts — que é bem mais barato para a instituição.

Quais são os canais mais eficientes para aplicar o marketing de conteúdo?

Você já sabe o que é e qual a importância do marketing de conteúdo, só que ainda tem sido difícil identificar o espaço que pode abrigar melhor o conhecimento disponibilizado pela escola, não é mesmo? Sendo assim, veja abaixo os canais de comunicação mais utilizados em uma estratégia organizada.

Blog

O que antes era conhecido como um mero diário online, hoje é peça fundamental nas estratégias de engajamento das empresas, principalmente nas instituições de ensino que desejam se comunicar melhor com as novas gerações. Ter um blog é necessidade e permite que as empresas possam disponibilizar artigos de vários tipos, materiais ricos e, até mesmo, conteúdos de cursos.

E-mail Marketing

Muitas vezes, com o propósito de informar e fazer com que o lead caminhe pelo funil de vendas até concretizar a compra, o e-mail marketing é uma das estratégias que se beneficia muito da produção de conteúdo relevante. É uma forma de averiguar potenciais oportunidades de ter novos alunos, tendo em vista que a lista de e-mails corresponde às pessoas que deram permissão para que a escola entre em contato.

Redes Sociais

Obviamente que as mídias sociais não podem faltar na hora de criar o marketing de conteúdo para instituições de ensino, afinal, é a oportunidade de conversar diretamente com o público, identificar a receptividade em relação à marca e criar um vínculo. Seja por meio de posts curtos, seja com conteúdos de vídeos e imagens, as redes sociais oferecem um ambiente propício para realizar bons negócios.

Qual é o passo a passo básico para fazer boas estratégias de conteúdo?

Depois que você conhece o conceito, compreende as vantagens e sabe os canais de comunicação mais adequados, resta arregaçar as mangas e colocar em prática o que aprendeu. Por isso, trouxemos alguns passos que deve seguir para que sua estratégia de conteúdo dê certo de verdade.

Defina seus objetivos

Quem não sabe aonde que chegar costuma tomar qualquer caminho, por isso, torna-se essencial que você defina seus objetivos para usufruir da criação de conteúdo da melhor maneira possível. Caso queira aumentar o número de matrículas, por exemplo, produza artigos que ressaltam os benefícios de algum curso, esclareça dúvidas sobre bolsas de estudo ou mostre possíveis áreas de atuação no mercado de trabalho.

Crie personas para o negócio

Para que os conteúdos façam sentido e você consiga entregar algo de qualidade no momento certo, não resta dúvida de que a criação de personas é essencial. Basicamente, as personas consistem em personagens semifictícios, baseados em características que vão além de uma pura segmentação, São a representação daquele que poderia ser o cliente ideal da escola, fazendo com que os conteúdos fiquem mais completos.

Estabeleça um calendário editorial

Não basta apenas produzir várias peças de divulgação e achar que o público é obrigado a ler tudo ao mesmo tempo, por isso, o marketing de conteúdo necessita de organização e planejamento qualificado para engajar as pessoas de fato. Com isso, antes de iniciar o mês, estabeleça as prioridades de postagens, horários estratégicos e tipos de conteúdo que podem alcançar bons resultados.

Utilize as boas práticas de SEO

O SEO (Search Engine Optimization) é uma das ferramentas mais utilizadas no marketing, porque permite que as empresas consigam se posicionar melhor nos mecanismos de busca — algo que facilita muito no marketing educacional. Para que os seus conteúdos façam sucesso, lembre-se de averiguar o tamanho do título, a qualidade do conteúdo, a descrição nas imagens, os links internos e assim por diante.

Por fim, não podemos deixar de mencionar que, ao realizar o marketing de conteúdo para instituições de ensino, é preciso estabelecer KPIs, ou seja, indicadores-chave de performance para mensurar as ações e, assim, ter resultados mais precisos a cada campanha.

Bom, se você gostou deste artigo e quer ter mais informações relevantes sobre essa temática, então aproveite que está por aqui e descubra agora como criar o plano de marketing de uma escola!